trovoada

Porque é difícil prever onde ocorre a trovoada

Esta Quinta-feira ocorrem trovoadas com alguma intensidade de forma dispersa por todo o território nacional. Vou tentar explicar porque é tão difícil prever os locais e os horários em que ocorre a trovoada. Em meteorologia é quase impossível saber com antecedência  quais os locais exactos em que ocorre, sabemos apenas que há condições para que se formem as nuvens que lhe dão origem.




Desde que a temperatura desça em altitude a uma razão superior a 6 ºC por cada 1000 metros estão reunidas as condições para que se formem nuvens com desenvolvimento vertical, denominadas cumulonimbos, que são as responsáveis pelos aguaceiros que podem ser acompanhados de trovoada.

Essas nuvens podem crescer até aos 10.000 a 12.000 metros de altitude nas nossas latitudes e até aos 13.000 a 16.000 metros nas zonas tropicais. Têm uma dinâmica e energia próprias e podem formar-se e descarregar em muito pouco tempo.  É essa dinâmica e velocidade de formação com rápido desenvolvimento vertical que tornam imprevisível a sua localização em tempo útil para divulgar uma previsão.

Também sabemos quando não se podem formar os cumulonimbos. Nos dias em que a temperatura não desce pelo menos os 6 ºC por cada 1000 metros de altitude as nuvens não se desenvolvem na vertical e não há condições de trovoada. Uma boa inversão térmica impede a formação de grandes nuvens, com nuvens pequenas e sem desenvolvimento vertical não há trovoada.

Muitas vezes chove torrencialmente num local e escassos kms ao lado até pode brilhar o sol. Parece impossível como um fenómeno tão poderoso se torna tão imprevisível nos pormenores. Por enquanto é assim, talvez no futuro se criem modelos de cálculo que permitam melhorar a previsão, mas vai ser sempre muito difícil acertar nos pormenores.

É por isso que eu uso muito a palavra ameaça nas previsões de trovoada. Sei que podem ocorrer mas nunca tenho a certeza sobre os locais e a intensidade.

Até Domingo vamos ter alguns condições para a formação de nuvens com desenvolvimento vertical.

Esta Quinta-feira é claramente o dia com maior risco de trovoada. Os aguaceiros vão ser fortes e momentaneamente com granizo. Não ocorrem em todas as localidades, mas são poucas as que escapam.

Sexta-feira o risco é menor mas ainda podem ocorrer aguaceiros esporádicos a partir da tarde nas regiões do Norte.

Sábado o risco já é pequeno. Os aguaceiros esporádicos são mais prováveis no Minho.

Domingo o risco também é pequeno mas ainda pode haver alguma trovoada isolada, mais provável em Trás os Montes.

Resumidamente: a formação das nuvens de trovoada dá-se quando há calor à superfície e mais frio do que o habitual em altitude.




Foto de Pedro Lopes


Leave a Reply

Outras publicações:

Julho fresco
Meteorologia em Julho de 2018
subida ligeira das temperaturas
lagoa comprida
neblina e aguaceiros
trovoada
Previsão Geral do Tempo
previsão geral do tempo VB Meteo

Meteorologia Portugal
.

Tempo Lisboa
tempo Lisboa VB Meteo

Meteorologia Lisboa
.

Tempo Porto
Meteorologia, Tempo Porto

Meteorologia Porto
.

La Vie Guarda
La Vie

la-vie-novas-lojas

Vítor Baía ©2018 Design PlataformaJota Powered by Sentido Comum